quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

[Matéria da Semana] Mika Chiba - Eterna Diva dos Tokufãs

Mika Chiba - Eterna Diva
Mika Chiba, com certeza, é um dos nomes mais populares no universo tokusatsu, para quem vivenciou a década de 90 aqui no Brasil, sua beleza oriental encantou garotos e garotas, a admiração pela personagem  Tomoko Uesugi da série de TV Dennou Keisatsu Cybercop (1988), ou como ficou conhecido aqui no Brasil, "Cybercop, os Policiais do Futuro", era praticamente unânime. Ainda hoje ela tem uma legião de fãs e muitos deles se questionam: por onde anda a Mika Chiba? Pergunta essa que ecoa o universo da Tokunet desde seu último trabalho "Choseishin Gransazer" (2003)!
Mika Chiba na juventude
A japonesa de traços singulares e postura espevitada que recebeu o nome de Mika, nasceu em 7 de agosto de 1972 (atualmente está com 43 anos), na cidade de Kamaishi, na província de Iwate, porém foi criada em Setagaya, Tóquio. Graduou-se no Ensino Médio no colégio particular da cidade de Nakano, Tóquio (Japão), de nome Horikoshi High School, bastante conhecido por ser frequentada por muitas celebridades japonesas desde a sua criação em 1923. Incrivelmente, na sua juventude, sua voz poderosa alcançou uma dimensão surpreendente proporcionando-lhe a conquista do prêmio de melhor vocalista do Concurso de Talentos  "HoriPro – Talent Scout Caravan – Love Music – Audition", em 1986, interpretando a música "1986-nen no Maririn" de Minako Honda. Neste mesmo ano ela estreou na TV com "Shin Netchuu Jidai Sengen" (NTV)  e com isso foi eleita a Melhor Atriz. Desde muito jovem seu esplendor e talento surpreenderam, logo apareceram novos convites como a série de TV "Hana no Asuka-gumi!" (TV Fuji, 1988), "Paopao channeru" (TV Asahi, 1988), "Abunai Shounen II" (TV Tóquio, 1988) e até em filmes como em "Keisatsu Monogatari", pela Toho.


Mika Chiba, em Hana no Asuka-gumi - Grupo Jyunin - Hayashi (Woods)
Com tanto sucesso e exposição, logo em seguida ela foi convidada para participar de sua primeira série  de tokusatsu, Dennou Keisatsu Cybercop (Toho Company,1988), isso porque em "Hana no Asuka-gumi!" (uma das séries de TV com as meninas delinquentes "Sukeban", produzida pela TOEI COMPANY) ela atuou em uma série de TV baseado na trama de mangá. Foi em Cybercop que ela ganhou um destaque a mais e conquistou os corações de muitos tokufãs, tantos dos meninos, quanto das meninas. Os meninos sonhavam em namorá-la e as meninas gostariam de ser como ela.


Takeda e Tomoko em Cybercop (1988-1989)
Em Cybercop, a Tomoko Uesugi não possuía uma unidade Cyber, contudo isso não a impedia de ser considerada uma Cybercop, já que sempre atuava na maioria das missões juntamente com os demais rapazes com bastante desenvoltura. Ela tinha o seu próprio Cyber Card e é a responsável por geralmente ligar as câmeras da Cyber-transformação para os seus companheiros de equipe, além disso, era considerada o coração da equipe e teve participações de fundamental importância para série. Ah, durante a série era perceptível sua paixão por Shinya Takeda/Cybercop Júpiter.




Foi em Cybercop que além de atuar Mika Chiba também foi capaz de demonstrar que sabia cantar, ela interpretou o tema de encerramento da série "Shooting Star", no entanto, seu sucesso musical maior veio no ano seguinte com BRAND-NEW TOMORROW onde ela viu que novas oportunidades despontavam para sua carreira. Tudo indicava que Mika Chiba teria um sucesso promissor, mas há quem duvide que ela realmente tenha feito sucesso como cantora, mesmo que semana a semana se apresentasse nos programas de TV exaustivamente, uma coisa é certa, ela pelo menos ganhou popularidade e cada vez mais, admiradores. Logo, não tardou e no Verão de 1991 ganhou fama internacional (começou a apresentar-se fora do Japão), ela então foi conquistar a Ásia, ganhando agora popularidade no exterior, foi quando passou a ser chamada de "Diva da Ásia". Período esse em que decidiu deixar o Japão e morar em Taiwan.

Após esse período de fama internacional ela retorna ao Japão, mas o ShowBizz não era mais o mesmo, em 1998 tem o contrato com a HoriPro rescindido, tal fato levou a se aposentar, há quem afirme que tenha sido por motivos pessoais, mas não se sabe de fato os reais motivos dessa aposentadoria prematura. E ao contrário do Brasil e talvez outros países do ocidente, no Japão quando algum artista se aposenta ele some dos noticiários, com isso, encontrar informações sobre esses ex-artistas é uma raridade, visto que, abdicando de sua carreira artística o artista aposentado vai em busca do anonimato total. 


Mika Chiba retorna de sua aposentadoria para atuar em Gransazer, em 2003
Para alegria de seus fãs, ela saiu do anonimato e voltou a atuar em uma série de tokusatsu para a TV Tokyo em 2003, outra produção da Toho Company, trata-se de "Chouseishin Gransazer", a série teve um total de 51 episódios, mas no entanto a Mika Chiba atuou nos 12 primeiros. Na série ela interpretou a Karin Saeki, uma personagem que após morta teve seu físico dominado por um Akelon. Inicialmente, agiu como mentora para a Tribo do Vento, posto esse que manipulou-os convencendo de que os outros Sanzers eram uma ameaça para o planeta e por isso deveriam ser destruídos.  Em Gransazer, a Mika Chiba nada lembrava aquela que atuava e cantava nas décadas de 80 e 90, sua aparência estava bem diferente daquela que seus fãs passaram a admirar. Algumas informações dão conta de que a aparência modificada era resultado de cirurgias plásticas (detalhe que também não foi confirmado oficialmente).




Mika e Maya, em Gransazer
Em 2009, Mika Chiba concedeu uma entrevista para a DokoGa TV, nessa entrevista ela faz um comparativo de suas duas participações para séries de Tokusatsu, Cybercop e Gransazer, nela também conta que não se considera uma pessoa famosa, além disso, falou muito de projetos que estejam ligados com suas crianças (Mika Chiba, casou-se e teve dois filhos) e fez questão de afirmar que está muito feliz, desde então, não a vimos de novo em outras atuações. ERRATA: durante a entrevista os produtores de DGTV intercalam com cenas das produções da Toho, e em uma dessas comentem o erro de vincular imagens da atriz Maya Hoshino que interpretou a Ryoko Amemiya/Sazer Velsou, como sendo da vilã Karin, interpretada pela Mika Chiba.


Nos tempos em que se destacava no ShowBizz
Independente de suas atuações "meteóricas" ou pequenas, a verdade é que Mika Chiba conseguiu deixar sua marca por onde passou, sendo ela cantora de sucesso ou não, houve pessoas que foram capazes de admirar seus trabalhos, seja eles na TV ou na música. Por essas e outras que a Mika Chiba continua sendo a Eterna Diva dos Tokufãs.

E aí, você tem algum artista das séries de Tokusatsu que gostaria de saber mais um pouco a respeito? Escreva-nos sugerindo a matéria - nosso E-mail é: hibikicast@gmail.com - Ah, e não se esqueça de baixar e ouvir o HibikiCast 25 - Edição Gattai - Especial "30 anos de Chou Shinsei Flashman".



Fontes/Referências:

Hana no Asuka-gumi! (1988)
Dennou Keisatsu Saibākoppu (電脳警察サイバーコップ)
Tomoko Uesugi <Artista: Mika Chiba> em Dennou Keisatsu Saibākoppu(1988 - 1989)
Mika Chiba - Eterna Diva da Ásia
MyPaper
Mika Chiba - Wikipedia/Japão

Quer ver que outras matérias já foram publicadas no HibikiCast? CLIQUE AQUI

Um comentário:

  1. Muito legal a matéria, meus parabéns! Eu fiquei particularmente surpreso por ela ter ido morar em Taiwan.
    Me pergunto se ela não está lá no Facebook quietinha, sem falar com ninguém, e apenas curtindo sua vida.

    Infelizmente acho que não ouviremos mais falar dela :(

    ResponderExcluir